Poluentes Químicos

Os rios, lagos e mares são o destino de cada poluente solúvel tanto no ar como no solo.

A poluição dos rios provem de muitos factores e algum deles podem ser, os esgotos domésticos, despejos industriais, escoamento da chuva das áreas urbanas e das águas de retorno de irrigação. Nos esgotos domésticos existem produtos químicos de limpeza, por exemplo, o uso industrial que utiliza cada vez mais fertilizantes químicos e insecticidas nas lavouras.

Tudo isto e muito mais têm causado sérios danos aos rios e à vida.

Nos adubos e fertilizantes temos grandes concentrações de hidrogénio e fósforo e estes são muitas vezes transportados por enxurros para os rios, sendo assim um tipo muito comum de poluição nas águas.

Estes químicos para além de poluírem as águas dos rios alimentam as plantas aquáticas, principalmente as algas, que se multiplicam e devoram o oxigénio da água. E isto vai provocar a morte de muitos animais e plantas que ao se decomporem aumentam a poluição. Os produtos químicos e sujeiras dos esgotos são libertados directamente nos rios ou afectam os lençóis de água que formam as nascentes.

  Podemos assim concluir que a poluição mais comum é aquela causada pelo lixo que o homem descarrega nos rios.

 

 

Pesquisas

Caixa de texto: Voltar

Químicos  

Principais fontes

Principais medidas de correcção em ambientes interiores

 CO  

 Combustão

   Manter a captação de ar exterior com baixa concentração de poluentes; restringir as fontes de combustão; manter a exaustão em áreas em que ocorre combustão; eliminar a infiltração de CO proveniente de fontes externas; restringir o tabagismo em áreas fechadas.  

 

 

 

CO2

 Produtos de metabolismo humano e combustão.  

Aumentar a renovação de ar externo; restringir as fontes de combustão e o tabagismo em áreas fechadas; eliminar a infiltração de fontes externas.  

 

 

 

 NO2  

 Combustão.  

 Restringir as fontes de combustão; manter a exaustão em áreas em que ocorre combustão; impedir a infiltração de NO2 proveniente de fontes externas; restringir o tabagismo em áreas fechadas.  

 

 

 

O3  

Máquinas copiadoras e impressoras a laser .  

 Adoptar medidas específicas para reduzir a contaminação dos ambientes interiores, com exaustão do ambiente ou enclausuramento em locais exclusivos para os equipamentos que apresentem grande capacidade de produção de O3.  

 

 

 

 Material particulado  

Poeira e fibras.  

 Manter filtragem de acordo com NBR-6402 da ABNT; evitar isolamento termo-acústico que possa emitir fibras minerais, orgânicas ou sintéticas para o ambiente climatizado; reduzir as fontes internas e externas; limpar as superfícies fixas e mobiliários sem o uso de vassouras, escovas ou espanadores; seleccionar os materiais de construção e acabamento com menor porosidade.  

 

 

 

 COV  

 Cera, mobiliário, produtos usados em limpeza e sanitários, solventes, etc.  

Seleccionar os materiais de construção, acabamento, mobiliário; usar produtos de limpeza e sanitários que não contenham COV ou que não apresentem alta taxa de volatilização e toxicidade.  

 

 

 

COS-V  

 Queima de combustíveis e utilização de pesticidas.  

Eliminar a contaminação por fontes pesticidas, insecticidas e a queima de combustíveis; manter a captação de ar exterior afastada de poluentes.